20 junho, 2008

"O céu estava, assim em festa, pois era noite de São João"¹

Vou viajar.
O retiro campestre me aguarda.

Embora o tempo tenha mudado minha relação com o lugar, é incapaz de apagar as lembranças da minha infância. E, se fui uma criança, feliz, livre, leve e solta, devo isto ao retiro campestre. Devo isto à cidade de Pedra de Areia.

Não sou de lá. Sou da capital. Mas, apenas lá corria livre na rua, sem preocupações com carros, assaltos ou horários.

Apenas lá andava de bota, chapéu e gibão... ou de short, sem camisa e pé no chão...

Apenas lá tomava banho de cuia e sentia um friozinho gostoso quando a noite chegava...

Apenas lá desistia de contar as estrelas... eram tantas que o melhor mesmo era deitar e contemplá-las, em silêncio...

Apenas lá a lua era, a única, testemunha da minha adolecência, (mas a fogueira não era a única que esquentava)...

Apenas lá estreitava os laços de compreensão com os cavalos... animais amavéis e sensíveis... sem dúvidas, os quais mais amo.

Apenas lá...

Pensava que tudo fosse se acabar, mas a
vida nos ensina a cada segundo. Minha 'pequena flor' parece que foi enfeitiçada, porque a menina não pode ouvir falar na palavra 'fazenda'. Falou "fazenda", pronto! Lá se vai a paciência de qualquer cristão... ou melhor, de qualquer "Zen Monge Budista"... Nunca vi coisa igual!

A vida contemporânea por vezes nos cobra uma série de atitudes que, se não formos muito atentos, acaba por nos afastar dos simples prazeres.
Por que resisto em fazer uma coisa que sempre amei quando criança? Sacaram? Quis negar tudo isso... mas não posso. Devo é mergulhar nessa nostalgia e ser criança de novo, minha 'pequena flor' agradece.

Então, essa viajem é mais do que um mero descanço neste "feriado junino". É a afirmação de um compromisso com o despreendimento, com o sorriso de felicidade no rosto de minha '
pequena flor' e uma contribuição, um imenso senso de agradecimento ao "Zeca"... pois se depender de mim, ele continuará a pôr o calção de banho e sentir a Terra rodar, não perderá o prazer de ir "passar a tarde em Itapuã"².

Desejo a você uma excelente semana. Caso seja meu conterrâneo estadista (baiano) desejo ainda um ótimo São João e muita canjica, milho assado e cozido, amendoim, licor...

Fuuuuuuuuiiii!!!!!!!


_______________________________________
1.OLHA PRO CÉU DE José Fernandes e Luiz Gonzaga POR Luiz Gonzaga DISCO São João na Roça GRAVADORA RCA ANO 1962
2.TARDE EM ITAPOÃ DE Vinicius de Moraes e Toquinho POR Vinicius e Toquinho DISCO Como dizia o poeta... GRAVADORA RGE ANO 1971

16 junho, 2008

"Quem não sonhou em fazer um gol, e ser jogador de futebol?"¹

Acordei com uma leve ressaca, muito mais "física" do que "química". Mais por causa dos cinco babas (ou peladas) que joguei ontem pela manhã e menos, pelas cervejas bebidas na confraternização semestral da Turma do Barulho... a minha turma dos babas de domingo às 6h00 da manhã.

Estou com o corpo (*ai...) todo dolorido (*ui...). Nunca fui um craque futebolístico, mas sempre gostei de futebol e de jogá-lo. Compenso minha falta de habilidade com disposição em campo. Eu tenho vontade de jogar e gosto de me esforçar, “dar sangue” como se diz por aqui. Jogo pro time. Dou passes, faço gols, evito-os, marco, corro... porém, estou a anos-luz de renomados como Zico, Romário e Kaká, forçando uma comparação futebolística.

Desconfio (na verdade estou começando a teorizar), em minhas confabulações mentais, que o campo de futebol é um palco onde o indivíduo representa aquilo que ele é. Ou seja, uma pessoa desinteressada ou indisposta, que faz as coisas por obrigação, levará esse espírito para o campo e o mesmo refletirá em sua forma de jogar. Outro, batalhador diário, que corre atrás das coisas básicas para sua sobrevivência (comida, roupas, educação dos filhos, etc.) com afinco, será um guerreiro em campo mesmo que lhe falte técnica.

Futebol é um jogo apaixonante e que ninguém consegue explicar. Quanto mais se teoriza sobre, mais provas o danado dá sobre sua imprevisibilidade. O futebol antes de tudo deve ser simples e o mais natural possível.

___***___

Enfim, acabei de ler A coroa, a cruz e a espada: lei, ordem e corrupção no Brasil Colônia, do jornalista Eduardo Bueno. É, assim como o anterior Império à deriva, uma leitura imperdível, sobretudo para aqueles que anseiam em conhecer mais a história do Brasil. O livro trata da implantação do Governo Geral, devido ao fracasso do regime de capitanias, e tudo mais que envolveu esse período da colonização. A construção da cidade de Salvador, a fundação de São Paulo, os freqüentes assédios franceses à costa “brasileira” em busca de pau-brasil, a catequização dos “índios” pelos jesuítas e as revoltas desses contra os portugueses, como o rei de Portugal (D.João III) e seus assessores diretos planejaram a ocupação do Brasil, a distribuição dos cargos públicos, a corrupção, as dificuldades de fazer do Brasil um lugar rentável (e sério) para a coroa portuguesa, a morte do bispo Sardinha (um homem santo, que absolvia os pecados em troca de dinheiro... acabou devorado num banquete antropofágico pelos indígenas da nação Caeté), etc, etc, etc.


Vou agora começar a ler uma biografia sobre João Saldanha, o João “Sem-medo”. Depois, voltarei para a história do Brasil com As barbas do imperador, um livro sobre D. Pedro II, caso nenhuma leitura intrusa apareça...

___***___

PS.: Recebi um e-mail legal com dicas de saúde bem simples. Vou reproduzi-lo num outro post logo abaixo:

“Um chêro na taba do quêxo!!!”

Inté mais...

_______________________________________
1.É UMA PARTIDA DE FUTEBOL DE Samuel Rosa e Nando Reis POR Skank DISCO O Samba Poconé GRAVADORA Chaos ANO 1996

Dicas de Saúde

Repassando....

-------Mensagem original-------

Assunto: Exercícios e a erva que cura - Importantíssimo!!!!


Fui a um médico naturalista que estava muito triste porque participou de congressos e, embora comprovados, os resultados não são divulgados, como ele disse “NÃO DA IBOPE”. Então, ensinou-me a fazer um exercício simples que evita problemas cardíacos, melhora o problema de micro varizes, outro que evita o encurvamento da coluna:


1º. Antes do banho, exercitar a panturrilha (levantar o corpo na ponta dos pés).
Primeiro rápido até esquentar as panturrilhas e depois numa seqüência de 10 movimentos lentos. Pronto!. Esse exercício bombeia o sangue para o coração, melhora os batimentos cardíacos e evita obstrução das veias.
Nos primeiros 6 meses, se a pessoa estiver com excesso de peso, ela emagrece da cintura para baixo e, nos 6 meses seguintes, da cintura para cima; depois de 2 anos, não engorda mais e, alem de tudo, diminui o risco de uma cirurgia cardíaca que custa em média, hoje em dia, R$38.000,00 e, de um modo geral, os planos de saúde nem sempre pagam.

2º. Ao chegar em casa, coloque os seus pés em uma bacia com água bem quente - o famoso escalda pés - alem de relaxar, esse processo desencadeia a dilatação dos vasos sanguíneos dos pés, melhora o cabelo e melhora, inclusive, a visão. Esse processo foi pesquisado com pessoas diabéticas e o resultado evidenciou a melhora na circulação sanguínea, diminuindo os casos de gangrena, o quadro geral de saúde dos pesquisados melhorou e como um fato relevante a melhora da visão.



3º. Ao acordar, deitado de barriga para cima pedalar 120 vezes no ar, esse exercício melhora o posicionamento da coluna e da postura, diminuindo ou retardando o encurvamento das costa e aliviando as dores nas costas.

10 junho, 2008

"Depois de vinte anos na escola não é difícil aprender todas as manhas do seu jogo sujo..."¹

Olá, como vai, tudo bem com você? Comigo tá tudo bem, no geral.

Essa semana passei envolvido mentalmente com os problemas do E.C.Bahia e por isso não encontrei nada legal para escrever aqui. Escrevi no meu outro blog, o correndoatrasdabola, coisas sobre minha insatisfação com o tricolor. Não vou entrar em detalhes porque o citado blog foi feito justamente para não se falar em futebol por aqui.

Aproveitei para pôr mais um post da sessão "entre aspas" e uns versos de uma canção que trazem coisas que me apetecem, sempre num tom metafórico, para não magoar ninguém e para que vocês tentem se pôr no lugar.

Uma vez recebi de uma pessoa muito especial, Lela, o texto que colei abaixo. Não conheço a autoria, mas reconheço o valor do conteúdo. Espero que goste.

Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Dirigimos rápido demais.
Ficamos acordados até muito mais tarde.
Acordamos muito cansados.
Lemos pouco.
Assistimos TV demais...
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho.
Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fazemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma.
Dominamos o átomo, mas não nosso preconceito.
Escrevemos mais, mas aprendemos menos.
Planejamos mais, mas realizamos menos.
Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos cada vez menos.
Estamos na era do fast-food e da digestão lenta.

_______________________________
1.GERAÇÃO COCA-COLA DE Renato Russo POR Legião Urbana DISCO Legião urbana GRAVADORA EMI ANO 1985

09 junho, 2008

"Mentes desconfiadas"

"We can't go on together
With suspicious minds
And we can't build our dreams
On suspicious minds"¹

________________________________
1. SUSPICIUS MINDS DE
Mark James POR Elvis Presley DISCO Elvis: 30 # 1 hits GRAVADORA RCA ANO 2002


PS.: optei por colocar as referências da coletânea que possuo.

...

"As Revoluções são impossíveis até que se tornem inevitáveis"
atribuído a Leon Trótski (Ianovka, Ucrânia),
foi um intelectual marxista e revolucionário bolchevique, fundador do Exército Vermelho.
PS.: Troque revoluções por mudanças e reflita! Mudou algo? Quando for impossível me fale.

01 junho, 2008

"Antes mundo era pequeno, porque Terra era grande. Hoje mundo é muito grande, porque Terra é pequena..."¹

Resolvi antecipar este post para mexer um pouco com a sua percepção e desafiá-la a entrar num novo mundo. Este post tem uma íntima ligação com o que segue abaixo, por isso não deixe de lê-lo. Também não deixe de comentar!

Proporções: clique nas imagens para ampliá-las


























Legenda: de trás pra frente e da esquerda pra direita

Foto 1 - Terra, Vênus, / Marte, Mercúrio e Plutão.

Foto 2 - Júpiter, Saturno, / Urano, Netuno, / Terra, Vênus, Marte, Mercúrio e Plutão.

Foto 3 -
O Sol, / Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Terra, Vênus, Marte, Mercúrio e Plutão.

Foto 4 -
Júpiter (reduzido à escala de 1 pixel), o Sol, Sirius (alfa da constelação do Cão Maior), Pollux (beta do Gêmeos) e Arcturus (alfa do Boiero). PS: Nesta escala a Terra é invisível.

Foto 5 -
Betelgeuse (alfa de Órion), Antares (alfa do Escorpião), o Sol (1 pixel), Sirius, Pollux, Arcturus, Rigel (beta de Órion) e Aldebaran (alfa do Touro). PS: Nesta escala Júpiter é invisível.


Glossário:
alfa = é a principal estrela de uma constelação ou, na maioria das vezes, a mais brilhante.
beta = é a segunda estrela mais "importante" e brilhante de uma constelação (porém, têm exceções, como Rigel do Centauro. Apesar de ser beta, brilha mais - tem uma maior magnitude - do que a alfa Betelgeuse).

Um pouco de lógica:
O Sol é uma estrela assim como as citadas Arcturus, Pollux, Sirius, Aldebaran, Antares, etc. LOGO estas são sóis. Sacou? Sóis muito maiores que o nosso, muitas vezes muito mais quentes e muito mais brilhantes, em diferentes estágios da vida (sim, um astro nasce, vive e morre) e muito, mas muuuuuito distantes... e olha que todas elas (ou todos eles) estão "dentro" da Via Láctea, ou seja, pertencem a mesma galáxia.


________________________________
1. PARABOLICAMARÁ DE Gilberto Gil POR Gilberto Gil DISCO Parabolicamará GRAVADORA Warner Music ANO 1992(disco) - 1991(música)

PS: Gostaria de registrar minha satisfação com relação ao site de Gilberto Gil. Muito Bom! Como vocês já devem ter percebido, estou colocando as referências das músicas, ou trecho delas, que utilizo no decorrer das postagens ou mesmo nos títulos (inspiradas no livro "Para Colorir" do brother Ricardo Cury) e o citado site traz tudo direitinho (discos, músicas, compositor, ano de lançamento do disco, gravadora e até o ano em que a música foi, digamos assim, oficializada), basta clicar em discografias e pronto! Achou desnecessário esse reconhecimento? Comece a procurar referências dos discos pela net, você começará a entender o que quero dizer. O site de Gilberto Gil traz tudo, evitando sua navegação por váááárias páginas tentando encontrar cada um desses itens.

"Pai! Senta aqui que o jantar tá na mesa"¹

Hoje foi um grande dia, comemoramos o aniversário de meu pai. Mineiro de nascença, baiano de morada e torcedor do Fluminense por opção (na época em que a Rádio Tupi só transmitia jogos dos clubes do Rio de Janeiro), "Zeca" fez 67 anos de vida. De uma vida reta, digna e exemplar.

Certa vez, no nosso refúgio campestre, falávamos sobre estrelas, planetas e mitologia, enquanto olhávamos o firmamento. Contou-me como Afrodite (Diana ) invejava Órion, o caçador, e fez com que Zeus (Júpiter) o colocasse no céu. Mesmo assim, não se deu por satisfeita e resolveu pôr um escorpião para picar o tão hábil caçador. Zeus não impediu a Deusa da Caça, porém dispôs as duas constelações de forma que jamais se encontrassem no "mesmo céu". E que é por isso que quando observamos Órion (as Três Marias compõem a sua cintura), no verão, Escorpião não aparece, pois que esta é uma constelação de inverno (aqui para o nosso hemisfério).

Outra conversa interessante foi sobre as distâncias cósmicas, viagens estelares, vida extraterrestre, etc. Saí dessa conversa com minha primeira indagação filosófica, se o mundo é tão grande, mas tão "enormemente imenso", como pode existir pessoas que se acham o dono do mesmo, outras que carregam o 'rei' na barriga e seguem a vida com indiferença, avareza e tamanho egoísmo...?. Sobre os ET's, acreditamos na possibilidade de vida fora da Terra pois o cálculo é simples: Existem mais de 100 bilhões de estrelas na nossa galáxia, a Via Láctea, e no Universo existem mais galáxias do que estrelas nela. Deu pra entender? Existem mais de 100 bilhões de galáxias no Universo e, a título de exemplo, a nossa vizinha Andrômeda possui duas vezes o tamanho da Via Láctea. É, no mínimo irracional pressupor que apenas nós terráqueos fomos agraciados com o privilégio (ou mesmo DOM) da vida. Todavia, não podemos provar a existência nem dos marcianos, quem dirá de seres vindos dos confins do Cosmos.

"Ah, mas eu vi o ET de Varginha" e "minha avó disse que uma prima da cunhada da neta de uma amiga da vizinha conhece uma história de um rapaz, lá de não sei onde, que tinha um amigo que viu um disco voador e foi abduzido".

Casos e 'causos' à parte, não achamos possível viagens estelares "tipo guerra nas estrelas" por causa das distâncias. Daqui pra Lua é pertinho, mas para a estrela mais próxima do Sol teremos que viajar (pouco mais de) 4 anos. Ah! E na velocidade da luz. Sim, sim! A estrela mais próxima do nosso Sol está a cerca de 4,3 anos-luz de distância. E isso tudo dentro da "nossa" galáxia, a Via Láctea.

Lembra de Andrômeda? Nossa vizinha? Vejam como Jostein Gaarder descreve a distância entre nós em seu mais afamado livro, O mundo de Sophia:

"... Andrômeda está a dois milhões de anos-luz de nossa galáxia, o que significa dizer que a luz proveniente desta galáxia leva dois milhões de anos para chegar até nós. Isto, por sua vez, também significa dizer quando vemos a nebulosa de Andrômeda lá no céu, na verdade estamos vendo o passado de Andrômeda, isto é, estamos vendo Andrômeda tal como ela era há dois milhões de anos. Se um observador inteligente em algum ponto desta galáxia [...] apontar seu telescópio para a Terra, ele não poderá nos ver. Na melhor das hipóteses ele verá alguns dos primeiros seres humanos, cujo cérebro ainda era muito pouco desenvolvido."

Toda vez que penso nisto tento imaginar o tamanho dos meus problemas... todos ínfimos, um "fragmento infinitésimo, quase que apenas mental

Curioso é que as distâncias também são grandes, "enormemente imensas", para dentro, para baixo, ou melhor, no nível molecular.

Somos grandes e pequenos ao mesmo tempo, somos feitos das mesmas substâncias e iremos todos para o mesmo local. Retornaremos ao pó! Vamos virar poeira cósmica! E assim, cumprir o que disse Antoine-Laurent de Lavoisier: "Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma."

_________após uma bela noite de sono_______

Estou voltando para continuar o post agora, porque ontem bateu o sono. Tinha praticamente virado à noite de sábado para domingo montando uma homenagem para meu pai, devido ao seu aniversário. Fiz uma mescla de fotos, músicas e um vídeo em que o "velho" tocava gaita. Ficou bacana, deu pra emocionar muita gente, inclusive o já experimentado e forte coração de "Zeca", mesmo sem que ele não tenha ido às lágrimas e coisa e tal. É um homem muito seguro nos seus sentimentos, muito contido, mas basta notar os detalhes, pequenos aspectos no seu comportamento, que dá pra saber que a chaga tocou seu coração. Ficamos, após todos irem embora, assistindo ao vídeo uma, duas, três... várias vezes.

Pois então, no meu compromisso (comigo e com você que gosta de vir aqui) de postar toda semana, não poderia nos deixar na mão. Por isso postei ontem mesmo, no calor da coisa, mesmo sabendo que um dia a mais não traria problema.

Como você deve ter percebido, tentei falar um pouco do meu "velho" e a melhor forma que encontrei foi escrever sobre algo que sempre fazemos juntos... olhar para o céu e tentar escutar as estrelas, assim como Bilac fizera um dia. A astronomia é uma paixão mútua e, mais do que isso, é uma paixão hereditária, uma vez que, foi transmitida de pai pra filho.

Escrever sobre isso tudo foi bom.

A pena correu fácil sobre o papel (Oh!, nostalgia boa retada!!! Na verdade, traduzindo e atualizando, seria assim: Os dedos corriam pelas teclas com habilidade).

Voltei a indagar sobre o porquê das coisas. O porquê d'eu acreditar em todos, menos em mim.

Logo veio à cabeça uma canção e comecei a cantarolá-la...

"Você alguma vez se perguntou por que... / Por que deixar que o mundo lhe acorrente os pés? / ...será direito o que você faz com você? / ...será que é medo? / Por que você faz isso com você? / Por que você faz isso por quê?

________________________________
1. PAI DE Fábio Jr. POR Fábio Jr. DISCO Fábio Jr. Ao Vivo GRAVADORA CBS ANO 1989
2. QUANTA DE Gilberto Gil POR Gilberto Gil DISCO Quanta GRAVADORA Warner Music ANO 1997(disco) - 1995(música)
3. VOCÊ DE Raul Seixas e Cláudio Roberto POR Raul Seixas DISCO O dia em que a Terra parou GRAVADORA Warner Chappell ANO 1978