27 dezembro, 2008

Tatuagem: arte e cultura

"Cruz Ansata: Um dos mais importantes símbolos da cultura egípcia. A Cruz Ansata consistia em um hieróglifo representando a regeneração e a vida eterna. A idéia expressa em sua simbologia é a do círculo da vida sobre a superfície da matéria inerte. Existe também a interpretação que faz uma analogia de seu formato ao homem, onde o círculo representa sua cabeça, o eixo horizontal os braços e o vertical o resto do corpo."¹

"A cruz Ansata (ou Ankh) pode ser facilmente encontrada em toda a literatura que mostra a pictografia egípcia. Para eles, era a Cruz da Vida. Representava ainda o Laço da Sandália do peregrino, do buscador, daquele que quer evoluir, aprender, crescer. Em muitas pinturas egípcias, o deus Ré (o sol) está com seus braços colocando esta cruz no nariz das pessoas. Corresponde ao Sopro da Vida (um idéia semelhante a criação de Adão, na Cosmogonia Cristã). É também um símbolo da unidade entre o Ser Masculino e Feminino no Cosmos. No selo da Sociedade Alternativa, a cruz Ansata aparece com dois degraus em baixo, simbolizando tanto os degraus da iniciação, quanto dando forma de uma Chave. Evidentemente a chave de todas as portas. A chave da Sociedade Alternativa. A chave da Vida."²

"(...) uma cruz que é uma variação da chamada cruz Ansata, um hieróglifo egípcio que significa vida e busca de conhecimento e evolução. Na parte inferior da cruz, vemos dois pequenos degraus que transformam a cruz numa chave, que nos abrirá para o mundo."³

"Sociedade Alternativa, Sociedade Novo Aeon, É um sapato em cada pé, É direito de ser ateu, Ou de ter fé, Ter prato entupido de comida, Que você mais gosta, É ser carregado, ou carregar gente nas costas, Direito de ter riso de prazer, E até direito de deixar, Jesus Sofrer" — Novo Aeon (Raul Seixas)

___
1- http://www.spectrumgothic.com.br/ocultismo/simbolos/cruz_simbolismos.htm
2 e 3 - http://pt.wikipedia.org/wiki/Sociedade_Alternativa
Imagem 1 - http://estacaodeluz.blogspot.com/2008_08_01_archive.html
Imagem 2 - Tatuagem feita à mão por Jorge Barros do estúdio Rangel Tattoo, Salvador-BA

24 dezembro, 2008

Feliz Natal!

Um Feliz Natal para todos amigos e amigas do real e do virtual!

16 dezembro, 2008

Impressão*...

Nietzsche é assustadoramente verdadeiro...
PS.: Que as mulheres não tenham ojeriza, pois são apenas uma parte das análises dele e muitos outros pensadores cometeram injustiças (muitas vezes maiores) contra elas.
____________________
* [Do lat. impressione.] Substantivo feminino 6.Opinião mais ou menos vaga, sem maior fundamento; noção, idéia: Não o conheço, mas tenho a impressão de que é digno; Tive a impressão de que ia chover. (Dicionário Aurélio)

04 dezembro, 2008

4 dezembro de 2008

1 ANO!

Hoje faz um ano que decidi largar o cigarro. Nossa! Parece que foi ontem... é uma luta eterna.
Há dias que a vontade de fumar aparece, discreta, mansa. Procuro esquecê-la, pensar em outras coisas, etc.

Recomendo para você o seguinte: A forma mais fácil de parar de fumar é não começar. As noites de farra, as curtições, pequenas tragadas, também causam dependência. Não dê mole, não dê chance. Pratique esporte e se divirta, existem outras formas mais interessantes e menos perigosas para fazer fumaça e sentir prazer.

[complementando a postagem com o acréscimo de alguns comentários]

Loirinha disse... [07/12/2008 às 13:53]
Tbm tive esse vício horrível por 9 anos e 7 meses.
Mas faz 5 anos que parei e graças ao bom Deus não sinto falta.
Até sentir o cheiro da fumaça me incomoda. É uma dádiva!
Parabéns por vc ter conseguido parar!!!

Guigo FG. disse...
Incomodar incomoda, mas você não esquece os dias hein?
Respirei muita fumaça nos primeiros meses. Tirei uma onda de fumante passivo. Hehehe

Jorginho da Hora disse... [ 8/12/2008 às 16:40]
Bicho, vc mexeu agora na minha ferida. Cara, tento parar mas não consigo.
Sinto que no meu caso é mais psicológico do que orgânico, mas não tem jeito, não consigo parar. Você é o cara!
Um abraço!

Guigo FG. disse...
Jorginho, a HORA é a que você disser para você mesmo: "NÃO QUERO MAIS".
Isso ninguém tem como saber. É uma coisa pessoal, individual, sem qualquer receita pronta.
A minha única certeza era que ia parar um dia, de preferência antes dos trinta. A verdade, meu amigo, é que só parei mesmo porque a coisa tava "pesada", fugiu do psicológico e descambou pro orgânico. Eu vi a hora de virar um cinzeiro vivo! Fumar é prazeroso, mas o preço a ser pago é muito caro... um suicídio lento, vagaroso... Não fossem tantos os malefícios à nós e aos outros, estaria fumando aquele de depois do almoço, com um sorriso largo na face. Abraço pra você também.

02 dezembro, 2008

NARIZ DE TORNEIRA, GARGANTA DE LAREIRA.
Conhecem essa gripe? Pois é, conheci...