29 maio, 2009

cogito, ergo non sum

Oh, mundo veloz, antítese da experiência. Se não lhe cabe "por quês", apague minha consciência.

Pensar paralisa...

14 maio, 2009

Uma bolha fluida para nos preservar e proteger

"Carregamos um pequeno território conosco, uma gleba protegida que nos circunda..., e pela qual os outros não podem passar sem permissão... Aproxime-se demais e as pessoas se sentirão desconfortáveis." (Nancy Etcoff, A lei do mais belo. p.59.)
É preciso sensibilidade¹ para penetrá-la!

_______________
1- Faculdade de sentir; sentimento²
2- Faculdade de conhecer, perceber, apreciar; percepção, noção, senso.

09 maio, 2009

Uma inocente bolinha...

Acordei cedo, tomei banho e desci para tomar café-da-manhã.  Coloquei os sanduíches para assar, a água do café para ferver e fui buscar o jornal. Cruzei com Mine. Ela estava muito estranha. Andava devagar e tremia muito. Pensei ser o frio, mas era uma tremedeira maior que qualquer frio poderia provocar. Além disso, ela não estaria daquele jeito, como se tivesse levado uma surra, cabisbaixa. Caso fosse mesmo frio o mais normal seria ela ficar na cama dela toda encolhidinha. Vi um rastro de vômito. Circulei pela casa e encontrei o sofá todo vomitado de sangue e o chão sujo por uma diarréia fora do normal. Puta queo pariu é bola! Deram bola para minha cadela! Filho da puta sem pai nem mãe... Escroto! Ladrão descarado e covarde.

Levei-a ao veterinário. Agora ela está fora de risco. Ainda está baqueada, mas melhorou bastante. Pensei no pior. É difícil um cachorro escapar desse tipo de armadilha. Veneno e vidro podem deixar seqüelas graves no animal, que inocentemente abocanha um pedaço de carne. 

Força Mine!!! Quero ver você latindo muito, partindo para cima dos cachorros com o quádruplo do seu tamanho, pulando o muro (com grampo e tudo) para ir pro telhado do vizinho, correndo pela areia da praia, deitando na primeira poça de água que aparecer, brigando com todos os gatos que cruzar seu caminho, parando ao meu lado enquanto divago e reflito sobre as coisas... 

05 maio, 2009

Elasticidade limitada

Estica-se a noitada, estica-se o horário do trabalho, estica-se até o sono e a preguiça, mas cadê que alguém consegue esticar a semana?...